MacBook volta inovando

março 10, 2015


Sabe se lá Deus como a Apple foi a única empresa capazes de manter alta de vendas no segmento de computadores como desktops e laptops, os iMacs é MacBooks mesmo que com vendar tímidas continuaram crescendo no mercado, o que eu vai totalmente contra a onda de baixas no atual cenário da tecnologia.

Era esperado para o evento "Spring Forward" um MacBook Air com tela retina, o que deixaria todos os produtos com telas da Apple com uma versão retina, mas a maçã resolveu surpreender e ressuscitar o "MacBook", isso, apenas "MacBook", que já fazia alguns anos que não dava as caras no mercado,  deixando a linha de laptops da Apple dividia entre MacBooks Air e Pro Retina, com um intermediário, o MacBook Pro comum. Agora a linha continua com o MacBook Air de entrada, o MacBook de intermediário e o MacBook Pro Retina como modelo de topo de linha.

Agora esqueça a linha, as ordens dos produtos, vamos falar de um dos poucos produtos que realmente inovaram nos últimos 5 anos, o MacBook, mas para isso precisamos voltar para 2012, ano em que a Apple resolver mostrar o quase futuro do laptop, o MacBook Pro com tela retina, além de ser tão fino quando muitos ultrabooks, é sinônimo de performance e qualidade, quanto em sua construção, mostrando todo o potencial da engenharia de hardware da Apple tanto em tela, que na época chegou a inspirar as concorrentes a lançarem notebooks com telas de altas resoluções. Este era o cenário, um notebook totalmente diferente dos demais, mesmo não sendo um ultra ou Air, não tinha drive óptico, e se mostrava interessante para o mercado profissional, a Apple não evitava mostrar o quanto sua tela era agradável para editar vídeos e imagens, e o quanto ela poderia ser aproveitada no OSX. Depois desse lançamento o mercado mudou, a Intel e sua certificação ridícula com ultrabooks ficou mais rigorosa, como uma tentativa desesperada de tirar a fama de netbook de seus ultrabooks, que não chegavam perto nem de um MacBook Air(ainda não chegam). No cenário atual temos hibridos tantando competir com Macbooks e iPads ao mesmo tempo(e perdendo) e temos ultrabooks e notebooks comuns no mercado, com vendas em baixa, enquanto a Apple é a unica que mantém um numero positivo em cada trimestre fiscal, mas não bastava atualizar suas linhas, a Apple  queria fazer algo realmente novo, algo que surpreendece e que ditasse o mercado como se já fizesse parte do futuro, e foi o que ela fez: Lançou o MacBook.
Não basta ser um laptop fino, tem que ter qualidade, a começar com a tela retina de maior abertura pixel a pixel, com resolução de 2304x1440 pixels distribuidos em 12", mas não bastava colocar uma boa tela, tinha que ter um novo teclado, pra isso a Apple resolveu não so redesenhar o teclado, mas também alterar a tecnologia das teclas, manter um bom tamanho e deixar mais estável que teclados comuns. O exclusivo trackpad de vidro da Apple agora vem equipado com um mecanismo háptico, capaz de ser sensível a toques de maior precisão, com integração com o OSX, os 4 sensores tem capacidade de captar mais gestos pra interação com o SO. O dispositivo chega a ser ridiculamente fino, é essa a frase mais utilizada pela midia internacional, já que o MacBook tem apenas 13mm de espessura e 910 gramas, foi destacado o quão incrivel é ter o notebook em mãos, nao parece ser um laptop, o peso nao corresponde ao dispositivo. Uma grande critica voltada a dispositivos finos é a bateria, e foi exatamente nisso que a Apple chegou a exagerar, o que mais tem ali dentro é bateria, a Apple usou uma nova tecnologia pra fazer com que caiba bateria até nas bordas do produto, o que resultou numa autonomia de 9 horas, sim um laptop com 9 horas de bateria.
Mas é gente, pra ser tão fino o dispositivo teve que usar o USB-C, aquele novo padrão reversivel, que suporta carregamento de energia mais alto que o comum, e é exatamente isso o que a Apple fez, deixou apenas uma entrada USB-C, capaz de fazer tudo que as demais entradas fazem no notebook, e melhorou seus serviços via Wireless para você nao ser dependente de cabos, para isso ela inclusive veiculou uma página no site.
Esse MacBook pode já ser o produto mais ousado do ano, a Apple vem com versões de 1299 e 1599 dólares, no Brasil ele vem a partir de 8400 reais(vlw Dilma). O MacBook é sem duvidas uma das coisas mais surpreendentes que já vi a Apple fazer nos ultimos 2 anos, ele veio pra mudar o mercado, ditar regras e mostrar quem é que tem poder de inovação e qualidade de construção no mercado, a Apple está de parabéns por mais uma vez, mostrar a sua verdadeira face. E vale a pena lembrar do Macbook Air, que recebeu várias criticas por nao ter leitor optico, na epoca era um absurdo. Bom, lá vamos nós de novo.



Especificações:
  • Tela: 12" com resolução de 2304 x 1440 com 226 PPI
  • Processador: Intel Core M, diversas opções variando de 1.1Ghz até 1.3 com Turbo Boost de até 2.9Ghz
  • RAM: 8GB
  • Armazenamento: 256GB ou 512GB SSD
  • GPU: Intel HD Graphics 5300
  • Câmera frontal: FaceTime de 480p
  • Disponível nas cores: Dourado, Prata e Cinza Espacial.


Você também vai gostar:

0 comentários