Brasil: Qual o lado certo nessa história?

abril 30, 2016

Eu sempre achei complicado dar opinião sobre politica no nosso país por diversos motivos. O principal deles sempre foi o fato de independente do quanto você consiga articular bem sua ideia e provar todos os seus argumentos alguém vai te odiar, te xingar e te rotular. Não adianta, por mais imparcial que sua opinião seja você vai estar errado para um lado. Outro motivo é que eu acho complicado demais você simplesmente com um texto em uma rede social ter a solução para uma nação com problemas, ainda mais essa nação passando por crise econômica, social e politica.

Mas aí eu me lembrei que to pouco me fodendo pra isso tudo eu me dei conta que na situação atual e com tudo o que está acontecendo é impossivel não se expressar a respeito. E nesta postagem falarei sobre qual lado tenho nessa briga e porque acho que ele está certo (afinal ninguém tem uma opinião achando que ela é errada[salvo se você for retardado]).

O Brasil tem várias tribos, mas na politica atual temos basicamente (bem basicamente...) dois lados que se rotulam de "Direita" e "Esquerda", e primeiro eu quero falar um pouquinho de cada um desses lados. Começando pela esquerda para que eles não utilizem isso como argumento pra dizer que eu os tratei com indiferença porque acredito que este é o que mais da a cara a tapa pela ideologia que prega, mas ao mesmo tempo é o que mais se vitimiza e distorce a realidade.

A pseudo-esquerda brasileira utiliza de formas bem baixas para se titular a salvadora da pátria, este lado basicamente gosta de distorcer realidades e colocar por baixo dos panos suas manobras para praticamente ser um Deus para os desinformados. A forma mais baixa que eles fazem isso é a do terrorismo politico que é feito em cima do psicológico dos seus eleitores/militantes. Isso é feito da seguinte forma: Invés de usar propostas de melhoras e projetos como foco eles falam mesmo dos problemas que outro partido/candidato/líder traria para o país. Um exemplo simples: Funcionários públicos que conheço se viram obrigados a fazer campanha para Dilma, caso ela não fosse eleita eles achavam que todos seriam demitidos. O pior é que isso parte mais dos militantes do partido do que do próprio partido. Outra coisa que chega a irritar é a vitimização, um exemplo prático é o "golpe": Eles foram capazes de transformar o processo de impeachment em um golpe equiparado ao golpe militar que sofremos poucas décadas atras. O mais sombrio nisso tudo é a forma natural que os militantes e simpatizantes do movimento articulam postagens, textos, imagens e videos sobre isso. O partido também tem a ideologia de dividir o povo: Dividir o povo de forma em que sempre existam dois lados extremos, e que um desses lados sofre por causa do outro. Assim eles conseguem sempre pegar o lado com maior número de pessoas como o seu. Ex: Além de financeiramente dividir socialmente pobres de ricos, como se um não fosse capaz de admirar o outro simplesmente pela questão financeira. Assim eles conseguem que sempre o lado mais carente da história fique do seu lado.

Um exemplo legal de como eles são injustos nos argumentos: Eles falam do socialismo de forma utópica, mas na hora de falar de algo como meritocracia usam na nossa realidade. (meritocracia não é possível de existir na nossa realidade, assim como socialismo)

Mas aqui vai uma dose de realidade pra vocês: O partido que diz ser a favor do povo só fez uma colherzinha do que prometeu e era capaz de fazer, e teve por fim a brilhante capacidade de afundar um país que tem tudo pra ser um dos maiores e mais importantes países do planeta. Nós estamos acostumados a ver o Brasil de forma muito subestimada por nós mesmos, e no final se fazermos as contas e visualizarmos o que temos, o nosso país pode ser o mais rico. Mas aqui fica uma dica pra vocês: Antes de qualquer cor, temos que levantar as cores de nossa bandeira, acima de qualquer ideologia.

Lendo até aqui certamente você deve achar que sou adepto da direita né? Bom, eu acho que pior que o lado que troca as cores da bandeira pelas de uma ideologia é o lado que usa as cores da bandeira de forma totalmente desonesta.

A pseudo-direita brasileira consegue ser o lado mais perigoso dessa história, e vou contar pra vocês o porque: O fator principal é que eles utilizam muitos fatores reais para se basearem, tais como erros e absurdos do governo atual, problemas que enfrentamos no dia-a-dia etc. Este lado é perigoso pois a sua ideologia é totalmente contrária ao curso em que o planeta segue: O conservador é o mais desnecessário e retrogrado líder que um país pode ter. Não estou dizendo que não devemos ter ética, moral ou honra, mas não devemos sair por ai dizendo o que é certo e errado com base em religião, não podemos dizer que apenas o jeito que nós somos é o correto, não podemos ir contra algo que demoraram anos para ser conquistado por um povo que sofreu e sofre preconceito. Eu já adianto pra vocês: Pastor não deve e nem pode ser politico, um pastor deve pastorear sua igreja. 

Neste lado temos pessoas que acham que a meritocracia deve existir mesmo havendo desigualdade. Neste lado também é comum se ver pessoas que acham que os programas sociais devem não existir, sendo que do que precisamos agora é que eles sejam melhor administrados, e que existam sim mais e mais.

Agora é hora de falar do maior absurdo de todos: Ditadura Militar. Ditadura não é algo que da certo, ditadura não tem ideologia e nem lado, ditadura é o puro egoísmo liderando uma nação. A direita brasileira diz que na ditadura não teve corrupção mas esquece que na ditadura não tinha como investigar um escândalo. A direita diz que a ditadura foi contra os terroristas mas esquece do terror que os militares trouxeram ao nosso país.

A direita brasileira saúda um torturador, prega a morte, e utiliza de religião como argumento em um "julgamento". Não podemos deixar o Brasil do jeito que está, mas a solução não está no extremismo do outro lado da moeda.

Mas qual o problema do Brasil?

Tudo tem que ter um lado, tudo tem que seguir uma ideologia, sendo que tudo o que precisamos é de flexibilidade, honestidade e justiça!

Mas afinal, qual o lado que um cidadão de bem está neste momento?

Se existe um cidadão de bem neste país, ele está com medo, inseguro e sem ter onde se apoiar. Estou dizendo isso porque é assim que me sinto e a votação para o impeachment foi a prova concreta da minha teoria. De um lado temos um cara saudando um terrorista, do outro um saudando um torturador. De um lado o cara dedica o voto para sua família, do outro o cara cospe em uma pessoa (Ou quase uma pessoa).

Eu vejo todos os dias da tela do meu computador pessoas sendo capazes de apoiar Bolsonaro, endeuzar Dilma, acreditar no Lula e pedir ditadura, e isso me dá medo, isso me deixa angustiado e me deixa a unica solução para viver bem: Fugir. A falta de alguém que realmente lute pelo povo e não pelo que acha que é certo faz o Brasileiro enxergar qualquer lugar do mundo como melhor e se imaginar lá. Nem direita nem esquerda, eu escolho o Brasil.

Você também vai gostar:

0 comentários