Ninguém quer ser Steve Jobs

outubro 07, 2016

Estava lendo um pequeno livro com frases celebres e um discurso de Jobs que ganhei da minha namorada e após alguns minutos de leitura e reflexão (lendo na frente do espelho porque tenho gostos peculiares) e levando tudo aquilo em consideração, pensando muito bem sobre a vida dele e o que as pessoas pensam sobre ele eu acabei chegando a seguinte conclusão: Ninguém quer ser Steve Jobs.

Ninguém quer dormir no chão dos dormitórios de seus amigos e retornar garrafas de refrigerante para poder comer. Ninguém quer andar onze quilômetros para poder fazer uma unica refeição decente por semana. Ninguém quer ser demitido da empresa que você mesmo fundou e ter que recomeçar. Ninguém quer ter câncer e ter que lutar pela sua vida enquanto dirige a maior empresa do planeta. Você consegue entender o que quero dizer? Não estou falando de Steve Jobs, estou falando do que você quer. A grande verdade é que ninguém quer ser Steve Jobs, Michael Jackson, Senna, Gates ou ninguém de sucesso. Ninguém quer apanhar e ter que ensaiar todos os dias invés de brincar com os amigos da escola, mas todos querem ser o maior artista de todos os tempos. Você quer realizar seu sonho, você quer ser grande, ter muito... Mas você não pensa no que tem que fazer, lutar e sofrer para chegar lá. As pessoas querem ser o que estas pessoas se tornaram e ter o que estas pessoas tiveram mas nem se dão o trabalho de pensar ou planejar o percurso até chegar lá.

Ter a Apple, ter milhões, ser conhecido pela maior parte do planeta, arrecadar milhões e ser considerado um rei, visionário ou gênio são CONSEQUÊNCIAS de atitudes, iniciativas e tentativas. São consequências de você querer menos e ser mais. Pense em querer ter menos e seja mais. SEJA! Porque o mundo é separado por pessoas que querem ser Steve Jobs e o próprio Steve Jobs.

Você também vai gostar:

0 comentários