6 meses com o Apple Watch, vale a pena? - Review

agosto 17, 2017

★★★★★

Fazem 6 meses que eu comprei meu Apple Watch, e eu resolvi que é a hora perfeita de contar pra vocês um pouco da minha experiência desde a decisão de compra até a opinião final sobre o produto.

Decisão da compra

Decidir comprar um Smartwatch não foi fácil pra mim. São dispositivos que acabam de chegar de fato no mercado, tem preços elevados e pra completar eu nem relógio usava, o que torna o uso de um vestível algo totalmente novo pra mim. Mais uma vez fui seduzido pela Apple (Sem novidades até aqui). O Apple Watch chegava com sua primeira versão e já tinha maior integração com o smartphone, loja enorme de aplicativos com selo de qualidade da App Store, as melhores avaliações da mídia norte americana, sistema de notificações mais polido do que o do Android Wear e é da Apple (Isso conta quando você já faz parte do ecossistema). Em Dezembro de 2016 fiz a venda de um peso de papel que tinha aqui (Galaxy J7) e comprei o menino. A minha escolha foi um Apple Watch (1ª geração) 42mm cinza espacial com pulseira de nylon preta.

Primeiras impressões

A primeira impressão que eu tive do relógio é que ele é bem menor do que eu pensava. Peguei o de 42mm porque sou um rapaz grande mas fiquei com muito medo de ele ser grande demais. Me enganei, o relógio é bem compacto e fino. Me surpreendi também com o setup dele, que apesar de lento é muito intuitivo e simples.

Design

O designer do Apple Watch é bem feito, gordo e careca. Já o design do Apple Watch é bem simples e bonito. Ele tem uma tela quadrada OLED com um acabamento em alumínio levemente arredondado nas bordas, tem dois botões e nada mais. No pulso você nem sente que tem um relógio na maior parte do tempo (dependendo da pulseira).
Cremosa gostou da ideia e investiu em um Series 1
Mas nem tudo são flores, e meu maior problema hoje com o relógio entra exatamente nesse tópico. Eu infelizmente escolhi a cor pensando no fato de ser a mais discreta, mas esqueci que a Apple não tem muita sorte com tons escuros em seu alumínio. Infelizmente os riscos nos tons escuros aparecem bem mais do que nos claros e eu havia me esquecido de um fator muito incomodo: Eu sou grande, desajeitado e não usava relógio desde os meus 7 anos de idade. O resultado é simples: Eu soco o relógio a cada porta, parede, janela e corrimão que estão na minha frente. Isso já trouxe ao relógio pequenas avarias que na cor prata não apareceriam e me incomoda MUITO ter riscos em um acessório que também faz parte da estética.

Entrando na parte estética a coisa muda um pouco. O Apple Watch chama um pouco a atenção por ter uma tela preta e design sofisticado. Já fui abordado por pessoas perguntando o porque do meu relógio não ter informações e elas se surpreenderam com o fato de eu subir o pulso e ele acender. As pulseiras são a cereja do bolo, pois além de dar vida podem apagar o relógio em alguns looks. Uso uma pulseira Product Red quando quero causar e a de nylon preta quando quero fazer a santa. Num ambiente mais social a de couro (Obrigado, Tia Vânia!) cai muito bem. Outro fator interessante é que você pode usar QUALQUER pulseira nele com um adaptador que pode ser comprado em qualquer AliExpress da vida (A minha de couro veio com o adaptador).

Aplicativos, ecossistema e bateria

Como eu disse anteriormente, o ecossistema da Apple me seduz muito por trazer garantias de qualidade e o melhor suporte que já vi quando se trata de software. Para se ter uma ideia o meu Apple Watch foi anunciado em 2014 e vai ter suporte no watchOS 4, de 2017.  Além disso ele é totalmente sincronizado com o iPhone e devido a toda essa integração a sincronização deles que é feita via Bluetooth não consome a bateria do celular. Além disso tenho uma integração muito boa com funções básicas do smartphone, como por exemplo o iMessage (Aplicativo que mais uso), Facetime, contatos, etc. A App Store já conta com diversos aplicativos com suporte ao relógio, em sua maioria de exercícios físicos. Mas fica tranquilo que tem MUITO joguinho e aplicativo de produtividade.

As WatchFaces são limitadas ao que a Apple lança, infelizmente. Mas isso tem um motivo bastante importante. As WatchFaces quando liberadas no Android deram problemas judiciais ao Google devido a criação de faces com marcas de relógios concorrentes. Vale a pena destacar que a Apple simplesmente se transformou na maior fabricante de RELÓGIOS do mundo e dar brechas para processos não seria nada inteligente. Eu utilizo a modular na maior parte do tempo (A da primeira foto da resenha) mas troco dependendo da situação. Quando faço exercícios coloco uma com detalhes sobre exercícios, quando quero ficar mais social coloco uma minimalista e por ai vai.

Uma das coisas que mais me chamava a atenção nos smartwatchs era a possibilidade de ter as notificações sem ter que mexer no meu celular, mas até 2014 eu não tinha achado um sistema satisfatório, as notificações do Android Wear são uma vergonha. O Apple Watch da um banho neste quesito por ser mais organizado e super configurável. Você pode ter configurações personalizadas para as notificações de TODOS os aplicativos e os que eu mais uso já tem interações simples que em muitas oportunidades dispensam o uso do celular para responde-las. Uma coisa interessante é que meu celular nem toca quando está no bolso, as notificações vem para o relógio e isso economiza a bateria do celular.

Quando o Apple Watch foi anunciado surgiu polêmicas sobre a bateria, pois é pequena e a Apple deu um banho de agua fria quando questionada sobre as horas de uso. Hoje vemos que a polémica foi totalmente tola, a bateria é fantástica! Se não confia em mim, pergunte a qualquer dono de Apple Watch: "A bateria dura o dia inteiro?" e se surpreenda: A bateria chega no final do dia com mais de 60% de carga fácil com uso normal e com um uso mais hardcore chega fácil com 50%. Da pra usar por dois dias tranquilo sem se preocupar com tomada. Eu não vou só puxar sardinha pro lado do Apple Watch, pois usando a lógica de que a tela de qualquer smartwatch é pequena, em sua maioria com display de OLED chego a conclusão de que qualquer smartwatch de qualidade não vai te decepcionar quando se trata de bateria. Fique tranquilo.

Resumindo minha bataria atualmente no Apple Watch: Eu só carrego quando estou tomando banho. No restante do dia eu uso o relógio.

Saúde e fitness

Ta aí um assunto que vou ficar devendo em vários aspectos pra vocês, pois sou claramente um sedentário preguiçoso. Mas as minhas impressões são boas mesmo com pouco uso. O Apple Watch é disparado o melhor na categoria em todos os testes e eu entendi o porque: Além dele ter 97% de precisão referente a perca de colorias e batimentos cardíacos graças aos seus sensores, ele tem um sistema muito intuitivo e organizado de "Atividade". Quando você sincroniza seu Apple Watch aparece magicamente um aplicativo no iPhone chamado "Atividade", que vai reunir seus exercícios (tanto de aplicativos terceiros quanto dos nativos), suas metas diárias e medalhas. O sistema de medalhas é ótimo! Para se ter uma ideia eles conseguiram fazer eu caminhar 5,4KM no ultimo dia 15/07 (Isso é uma conquista enorme) só pra ganhar uma medalha do "Desafio do Parque Nacional". Você consegue iniciar os exercícios rapidamente e no final tem um apanhado de informações muito legais, que na minha opinião até incentivam bem a pratica de exercícios físicos.
Aplicativo Watch, Atividade e uma caminhada dentro do atividade; respectivamente.
Ele sincroniza tudo com o aplicativo nativo "Saúde" do iOS, onde ficam quantos passos você deu, quantos lances de escada subiu, quantos Km andou no dia e muitas outras coisas que são legais de se ter registrado.

É útil ter um smartwatch?

É muito tolo você buscar uma "utilidade" em tudo que é smartcoisa. O tablet, fone sem fio, smartwatch, automação residencial, vestíveis em geral e muitas outras coisas legais são vitimas da busca existencial de se ter uma utilidade. A resposta é simples: Não busque UMA utilidade. Busque infinitas possibilidades com esses produtos. Você vive sem até seu smartphone! Mas você vive melhor com ele, e não é diferente com o Smartwatch. Você tem muito mais facilidade em fazer as coisas, tem muito mais utilidade em um dispositivo que fica o tempo todo preso ao seu corpo. Pra mim é totalmente tolo usar algo preso o tempo todo no seu pulso que só te mostra as horas.

Indico totalmente a compra do Apple Watch e se você usa Android, indico que você faça a busca de um bom Smartwatch Android Wear e de uma chance a esses dispositivos pois eles são muito mais legais do que parecem!

Falando especificamente do Apple Watch eu parabenizo a Apple pelo belo trabalho, mais uma vez um produto excepcional que por mais que tenha entrado atrasado no mercado já ganhou as vendas que tinha e o alavancou.

Especificações brutas
  • Processador Apple S1 com clock de 520Mhz.
  • Processador gráfico PowerVR SGX543
  • RAM de 512Mb
  • 8GB de memória interna (no qual você não vai usar 2GB)
  • Bateria de míseros 250mAh
  • Um monte de sensor pra tudo o que você imaginar
  • Resistente a 30 minutos de baixo de até 1,5m em baixo d'água (Da pra tomar banho e lavar louça)
  • Tela OLED de 390x312 pixels com 3D Touch (originalmente force touch)
  • Suporte a um monte de pulseiras caras que você acha por 1 dólar no AliExpress (Dica)
  • Mais detalhes inúteis aqui 
A Taylor aprovou o Watch
Legenda:

★★★★★ Maravilhoso, recomendo muito!
★★★☆ Perfeito na maioria dos quesitos, recomendo!
★★★☆ Mediano, mas não desagrada.
★★☆ Abaixo da média, não recomendo.
☆ Fraco, não recomendo.
☆ Mah que bosta, fique longe disso.

Você também vai gostar:

4 comentários

  1. Smartwatches são pequenos acessórios que podem ser muito úteis ou completamente desnecessários, depende da pessoa. Eu particularmente adoro meu Moto 360 Sport, já tive que ficar sem ele por um tempo quando mandei para a garantia e foi horrível ficar sem ele!
    Com relação a esportes, com certeza ele me incentivou muito mais, eu até comecei a fazer academia no ano passado só para testar mais ele. Cheguei a correr no parque algumas vezes e cada vez tentava me superar, só fiz isso por causa do smartwatch.
    Outro ponto positivo é poder ouvir música do smartwatch pelo fone de ouvido sem fio(é chato sincronizar e só é possível sincronizar com o Google Play Music, enquanto o Spotify e Deezer não permitem. No Apple Watch acho que é só via iTunes), podendo correr sem precisar de smartphone. O seu Apple Watch não tem GPS, o mais novo tem e isso é muito bom para ter uma corrida e caminhada mais precisa.
    Sobre as watchfaces, já deve fazer um ano que só uso a InstaWeather, pois é bem completa, bem customizável e só tem problemas com direitos. Eu achava que iria usar uma watchface nova toda semana e usar essas que imitam relógios de ponteiro, mas descobri que uma com mais informações é mais útil e é chato olhar a hora em relógio de ponteiro.
    Sobre o Android Wear, ele está abandonado pela Google, se eu fosse comprar um smartwatch novo hoje, provavelmente pegaria um Gear S3 da Samsung que utiliza o Tizen, pois pelo menos a Samsung parece estar investindo no sistema. Sei que não iria conseguir responder notificações pelo relógio usando um Gear S3, mas não é algo que faço com frequência. Mas não pretendo trocar tão cedo, estou satisfeito.
    E com relação a bateria, eu deixo meu relógio com a tela sempre ativa, então a bateria dura cerca de 22 horas. Se eu usar uma watchface própria do sistema chega em 24 horas.
    Outro ponto positivo é que agora eu não perco mais ligações, pq antes eu nunca via quando alguém me ligava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho legal demais essa coisa da tecnologia nos levar a fazer exercícios e tal. Gameficar as coisas realmente funciona! hahaha
      Sobre as musicas: Você pode manter as musicas no Watch, seja pelo iTunes, seja pelo Apple Music ou Spotify (e afins). Aqueles 8Gb ali que eu falei que nao uso é justamente pra isso :3

      Excluir
  2. Eu achava o seu lindo, por isso eu quis o meu 😍 nao vivo mais sem, muito boa essa integração toda, gostei dele tanto quanto gostei do meu iPad! (Coisa que eu não imaginava kkk)

    ResponderExcluir